segunda-feira, 9 de abril de 2012

Qual o manejo de alimentação no cultivo de tilápia em tanque-rede?


. Qual o manejo de alimentação no cultivo de tilápia em tanque-rede?
O fornecimento diário de alimento aos peixes em tanques-rede deve ser em quantidade tal, que 100% da ração  seja consumida   Esse objetivo pode ser alcançado através do uso de ração extrusada (flutuante), métodos corretos de alimentação e técnicas adequadas de distribuição.
 
A taxa de arraçoamento diário dos peixes deve ser função da temperatura da água, espécie e tamanho dos peixes cultivadas e do tipo de ração utilizada. O ajuste freqüente da taxa de arraçoamento deve ser realizando usando a seguinte  orientação:
 

Freqüência de alimentação e quantidade  diária  de ração em função da percentagem do peso vivo das tilápias e da variação da temperatura da água para o cultivo de tilápias em tanques-rede.



Peso Vivo (PV)
(g)

Frequência
nº tratos/dia
TEMPERATURA

16 a 20º C

20 a 24º C

24 a 30º C

30 a 32º C


% do peso vivo
25 – 50
3
2,70
3,60
4,50
3,60
50 – 100
3
2,20
3,00
3,70
3,00
100 – 150
3
1,90
2,60
3,20
2,60
150 – 200
2
1,80
2,40
3,00
2,40
200 – 250
2
1,70
2,20
2,80
2,20
250 – 300
2
1,50
2,00
2,50
2,00
300 – 400
2
1,40
1,80
2,30
1,80
400 – 500
2
1,20
1,60
2,00
1,60
500 – 600
2
1,00
1,40
1,70
1,40
PV : peso vivo
Toda vez que a temperatura for menor que 16º C, a quantidade diária de ração deverá ser de 1% do peso vivo , uma vez ao dia  e três dias por semana
Exemplo:
Temperatura da água a 50 cm =  28ºC
Peso médio da tilápia = 150 g
Número de peixes = 1.000
Biomassa = 150 kg (150 g x 1.000 peixes)
Arraçoamento =
 4,8 kg/dia (150 kg x 3,20 %)
Número de Tratos =
 3 ( 1,6 kg/trato)
Recomenda-se, no momento de alimentar os peixes  colocar, inicialmente, uma pequena quantidade de ração e  avaliar a resposta dos peixes. Caso a resposta
 
seja positiva, ou seja, toda a ração seja consumida, coloca-se uma quantidade maior de ração de acordo com os cálculos  para aquele trato.

Postar um comentário